Um festival para louvar a Mãe Terra num lugar muito Laudato Si’

por | maio 31, 2022 | Blog, Notícias e Atualizações, Semana Laudato Si' | 0 Comentários

O átrio da Basílica de São Francisco de Assis, na cidade italiana de Assis, foi palco de um belo evento artístico que aconteceu no pôr do sol de sábado, 28 de maio. O Festival Laudato Si’ foi um evento musical centrado em espiritualidade ecológica e arte.

Apresentado por Marco Mammoli, o festival mostrou várias canções para louvar a “doce Mãe Terra”, o Criador e aqueles que habitam nossa amada Casa Comum. Além disso, participaram representantes de diferentes comunidades, que compartilharam como vivem sua espiritualidade conectada com a Laudato Si’.

ASSISTA: Um festival imperdível para toda a família! Veja aqui:

O padre Frei Marco Moroni, Guardião do Sacro Convento, afirmou que em Assis “há uma combinação de arte, cultura e natureza que é maravilhosa”. Ali foi revelado o carisma de São Francisco de Assis e é um lugar onde “a criação realmente respira”, disse Frei Marco.

Antonio Caschetto, Coordenador de Programas do Movimento Laudato Si’ na Itália, também participou, mencionando que a espiritualidade ecológica é fundamental nos programas do movimento, especialmente para os Animadores Laudato Si’. Ele acrescentou, lembrando o Papa Francisco: “Os talentos de cada um são necessários para reparar os danos do planeta. Coloquemos nossos talentos a serviço da criação!”

Para isso, Alessandro Pucci, Animador Laudato Si’, esteve presente num vídeo para mostrar os seus talentos, “que devem ser partilhados”. “Enquanto rezava, fui inspirado a desenhar”, disse ele enquanto explicava e mostrava um desenho de São Francisco de Assis. 

As intervenções musicais foram feitas por Luca Terrana, Padre Mimmo Iervolino, o artista espanhol Migueli e Matteo Manicardi. Cada música foi inspirada na Laudato Si’ e nasceu no coração desses artistas de várias maneiras. Cada um deu seu testemunho. 

O Bispo de Assis, Dom Domenico Sorrentino, também compartilhou uma versão do Cântico das Criaturas, criado para o Tempo da Criação em 2020. A Irmã Susan Morrisset, das Irmãs Franciscanas da Ordem da Expiação, contou como, em sua comunidade, as irmãs compartilham e celebram “nosso encantamento e alegria na criação”. 

Por sua vez, Frei Giulio Cesareo, Diretor de Comunicação do Sacro Convento de Assis, falou da importância da comunicação, que “não é apenas informar, mas também doar-se aos outros. E aqui está Deus, que se dá por amor”. 

Pouco depois, em conexão de Nova York, Christina Leaño, Diretora Adjunta do Movimento Laudato Si’, mencionou alguns dos recursos que o Movimento tem para mergulhar na espiritualidade ecológica. “Nos últimos anos fomos inspirados pela encíclica a desenvolver uma comunhão com a criação e com nosso Criador. Nos inspiramos em São Francisco, procurando maneiras de cultivar esse relacionamento”, disse Christina.

Dentre os programas disponíveis no site do Movimento Laudato Si’, você pode acessar o Livro de Orações Laudato Si’, os retiros Laudato Si’, os encontros mensais de oração, os círculos Laudato Si’, o Grupo de Contemplação às quartas-feiras e a Rede de Oração pelo Cuidado da Criação.

Por fim, Marco Mammoli encerrou o festival cantando “Emanuel”, uma música “inspirada no meu encontro com Jesus aos 18 anos” e tema central escolhido para a Jornada Mundial da Juventude de 2000. A produção audiovisual deste evento foi realizada pela Maria Vision Itália.

Guadalupe García Corigliano
Guadalupe García Corigliano

0 0 votes
Article Rating
Subscribe
Notify of
guest
0 Comments
Inline Feedbacks
View all comments