10 formas da sua paróquia ser ecológica

por | out 22, 2020 | Blog, Notícias e Atualizações | 0 Comentários

A encíclica Laudato Si’ do Papa Francisco convida todas as pessoas e comunidades a cuidarem de nossa casa comum através de ações concretas. “A atenuação dos efeitos do desequilíbrio actual depende do que fizermos agora.” (LS 161)

Paróquias no mundo todo têm em uma posição única para liderar o caminho. Existem mais de 220.000 paróquias em todo o mundo. A maioria possui vários edifícios e veículos que, usando combustíveis fósseis convencionais para energia, contribuem diretamente para a crise ecológica e a emergência climática.

Mas muitas paróquias no mundo encontraram uma maneira de manter seus negócios pelas almas de maneira diferente. Elas mudaram para energias renováveis, como solar, eólica e geotérmica, ou fizeram outras mudanças vitais.

Essas mudanças têm sido melhores para a nossa casa comum e melhores para os bolsos das paróquias, já que muitas economizaram dinheiro fazendo esses ajustes.

Aqui estão 10 passos inspiradores que as paróquias pelo mundo afora já deram para cuidar da criação e se tornaram mais sustentáveis. Qual destes a sua paróquia pode tentar?

Formar uma equipe de cuidado com a criação

Formar uma equipe de cuidado com a criação, também conhecida como equipe verde, pode ser uma excelente forma de incorporar o cuidado da criação e o combate à crise climática no quotidiano da paróquia.

Essas equipes têm uma estrutura diferente ao redor do mundo, mas uma característica comum dessas equipes é que, com a aprovação do pároco, elas próprias agem – não estão lá apenas para dar conselhos e recomendações aos outros.

Dois outros fatores também surgiram repetidas vezes quando conversamos com as equipes de cuidado com a criação sobre por que tiveram sucesso: eles se reúnem regularmente e têm o apoio dos párocos e padres.

As equipes de cuidado com a criação são normalmente formadas por voluntários. Algumas ideias potenciais que uma equipe pode completar para começar seu trabalho de mudança na comunidade:

  • identificar questões ambientais de preocupação na paróquia, como a crise climática, secas, justiça ambiental ou uso de energia da paróquia
  • planejar e realizar projetos e atividades aprovadas pela liderança paroquial
  • revisar e relatar os resultados do projeto para a liderança da paróquia e outros paroquianos

PARÓQUIA EM DESTAQUE

Foto pelo Catholic Climate Covenant

O Ministério de Cuidado com a Criação St. Thomas More faz parte da rede Creation Care Team do Catholic Climate Covenant. O grupo St. Thomas, localizado nos EUA, foi formado em 2015 e realiza reuniões mensais e eventos relacionados ao clima ao longo do ano.

Entre as principais realizações do ministério: a equipe liderou uma auditoria de eficiência energética na paróquia inteira que ajudou a trazer uma mudança de iluminação e uma economia de custos de US$10.000 anuais. A paróquia também economizou US$10.000 em descontos.

2. Eliminar desperdício de energia

Talvez a forma menos cara de economia de energia seja por meio de nossas próprias ações, como desligar a luz ao sair de uma sala. Não custa nada.

O que é necessário, em vez disso, é prestar atenção em diminuir ou desligar as coisas quando não estiverem sendo usadas. A economia de energia de até 10 por cento pode ser alcançada simplesmente por meio de esforços conscientes e contínuos para usar menos energia.

Diminua: Em edifícios com aquecimento ou ar condicionado, é provável que haja energia a ser economizada por meio do controle cuidadoso do ajuste de temperatura, tanto quando as pessoas estão lá quanto, mais importante ainda, quando não estão.

Muitos países, como o Japão, têm diretrizes nacionais para configurações de temperatura interna e pedem que as pessoas se vistam adequadamente para o clima, de modo a depender menos do aquecimento e do ar condicionado para nosso conforto.

Inspecione e mantenha: Para manter os sistemas prediais e os veículos operando com a eficiência pretendida, é útil fazer a manutenção de rotina, como limpar ou substituir os filtros. Um bom gerente de serviços de construção pode fazer uma grande diferença em relação à conservação de energia simplesmente verificando de forma rotineira e confiável que as coisas estão desligadas, as temperaturas são reduzidas ou programadas, os sistemas são atendidos regularmente e os espaços e dispositivos que usam energia são consolidados sempre que possível. Um gerente de construção que se preocupa com os custos é um membro valioso da equipe de cuidado com a criação de uma paróquia.

3. Monitorar seu uso de energia

Os maiores benefícios de economia de energia, no entanto, são alcançados através do monitoramento direto do uso de energia e relatando isso de forma transparente para a paróquia em geral.

O uso de energia nas paróquias normalmente inclui a combustão direta de combustível para aquecimento, cozinha e transporte; e o uso de eletricidade para iluminação, refrigeração, comunicações, computadores e outros aparelhos elétricos.

Esses dois tipos de uso de energia são geralmente fáceis de monitorar porque o custo da energia deve ser pago. As contas de energia de uma paróquia normalmente especificam a quantidade exata de energia usada durante cada ciclo de faturamento.

PARÓQUIA EM DESTAQUE
PARÓQUIA S. TERESA D’AVILA
São Francisco, Califórnia, EUA

A Paróquia Santa Teresa d’Ávila conduziu uma série de medidas de economia de energia, incluindo a substituição de lâmpadas gastas por lâmpadas mais eficientes e a adição de isolamento em um convento.

Um ano depois, a paróquia havia economizado 36% em gás natural, 8% em eletricidade e 18% em seu custo total de energia. A economia de energia da paróquia reduziu as emissões de gases de efeito estufa da paróquia em 30 por cento em um ano.

 

4. ‘Estabilizar’ a economia em energia, um passo de cada vez

Pode ser um desafio ajudar a economizar energia, mas existem dispositivos de baixo custo, como termostatos programáveis e sensores de luz e movimento, que podem ajudar.

Itens baratos, como calafetagem e lâmpadas de alta eficiência, também podem ser muito econômicos. Esses itens simples podem se pagar em economia em um curto espaço de tempo – às vezes menos de um ano.

Depois que esses itens são instalados, eles “estabilizam” a economia ano após ano. Um período de retorno de sete anos é razoável. Um período de retorno de três anos ou menos é ainda melhor.

5. Comprometer-se a desinvestir em combustíveis fósseis

Durante anos, instituições católicas, incluindo paróquias, dioceses, arquidioceses e ordens religiosas, tomaram a decisão profética de se desfazer dos combustíveis fósseis.

Em junho de 2020, o Vaticano endossou totalmente a decisão de desinvestir por meio de seu primeiro conjunto de diretrizes ambientais abrangentes. As diretrizes enquadram o investimento em combustíveis fósseis como uma escolha ética, a par de outras escolhas éticas significativas.

As diretrizes sugerem que os compromissos éticos das instituições católicas devem levar a “tomar cuidado para não apoiar empresas que prejudicam a ecologia humana ou social (por exemplo, através do aborto ou do comércio de armas) ou ecologia ambiental (por exemplo, através do uso de combustíveis fósseis).”

O Papa Francisco também falou fortemente sobre a necessidade de fazer a transição dos combustíveis fósseis e para as instituições católicas liderarem o caminho.

Em sua segunda participação no TED Talks (abaixo), o Papa Francisco disse que deveria haver “uma substituição progressiva, mas sem hesitações” dos combustíveis fósseis e que deve-se ir “excluindo do investimento as empresas que não cumprem os parâmetros da ecologia integral…”

Ele continuou, elogiando as paróquias que já tomaram decisões tão ousadas e inspiradoras.

“Muitas organizações católicas e de outras crenças já assumiram a responsabilidade de trabalhar neste sentido,” disse o Papa Francisco.

PARÓQUIA EM DESTAQUE

Quase 200 instituições católicas já desinvestiram em combustíveis fósseis. Clique aqui para ver a lista completa de instituições católicas que se comprometeram a desinvestir total ou parcialmente.

O padre Endra Wijayanta, diretor da Comissão de Justiça, Paz e Integridade da Criação da Arquidiocese de Semarang, na Indonésia, disse sobre a decisão de desinvestimento: “Temos que parar nossa espiral ecológica de morte. Temos que reviver nosso esperança ecológica, em arrependimento maciço da humanidade, tomando o caminho para uma vida mais sustentável.”

 

6. Fazer a transição para energia renovável

No marco do Acordo Climático de Paris de 2015, os países concordaram que a transição dos combustíveis fósseis deveria estar quase completa até 2050.

As paróquias católicas podem dar o exemplo mudando parcial ou totalmente para as energias renováveis o mais rápido possível antes de 2050.

Centenas de paróquias e comunidades religiosas já abriram caminho com a instalação de painéis solares ou contando mais com a energia eólica e geotérmica.

Nunca houve um momento melhor para fazer a mudança. As barreiras econômicas do passado às fontes de energia renováveis, como custos mais altos de painéis solares, praticamente diminuíram, já que o preço da energia solar caiu drasticamente.

Se sua paróquia já analisou essas mudanças no passado, mas decidiu de forma diferente por causa do custo, vale a pena revisar a oportunidade novamente.

PARÓQUIA EM DESTAQUE
PARÓQUIA DE SÃO PEDRO
Bandra, Maharashtra Índia

A paróquia de São Pedro instalou 165 painéis solares (52 kW no total) na igreja e terraço que fornecerá energia à igreja, escola e outros edifícios da paróquia.

“A Paróquia de São Pedro e o Ensino Médio São Stanislaus têm a reputação de estar na vanguarda da educação por mais de um século e meio em Mumbai. A administração sentiu a necessidade de direcionar um esforço de carbono zero para mostrar aos alunos e à sociedade em grande a necessidade, a viabilidade econômica e a responsabilidade das instituições em contribuir para a conservação de energia”, disse pe. Errol Fernandes, SJ, padre da paróquia.

O projeto deve pagar por si mesmo dentro de sete anos, disse o pe. Fernandes.

7. Inspirar paroquianos através do diálogo

A Laudato Si’ cria uma oportunidade maravilhosa para iniciar ou continuar conversas sobre como cuidar da criação de Deus nas paróquias.

Existem inúmeras maneiras pelas quais as paróquias podem ajudar os católicos a compreender melhor a Laudato Si’, que nos lembra que “tudo está interligado” e coloca milênios da doutrina católica no contexto da crise ecológica e emergência climática de hoje.

Dentre essas maneiras:

  • Celebrar a criação por meio de liturgias especiais, devoções, momentos de oração
  • Educar membros sobre os temas da Laudato Si’
  • Promover escolhas de estilo de vida que respeitem a criação e sejam compatíveis com um clima global estável
  • Trabalhar pela justiça social e ambiental em solidariedade com os pobres
  • Promover a conversão pessoal e a santidade, especialmente por meio das virtudes da temperança e prudência

PARÓQUIA EM DESTAQUE
NOSSA SENHORA DE EL CISNE
Tena, Napo Equador

Padre Victor Toapanta, pároco de Nossa Senhora de El Cisne em Tena, destacou recentemente o estudo da encíclica Laudato Si’ no planejamento pastoral de um ano inteiro.

O pe. Toapanta também fez algumas alterações nas infraestruturas da paróquia, modernizando as luzes para poupar energia, e o uso da água é controlado e monitorizado mensalmente para evitar vazamentos.

IGREJA MÃE DE SÃO GUGLIELMO E SÃO BARTOLOMEU
Sicília, Itália

Na Sicília, Itália, Rosetta ajudou sua paróquia e sua comunidade, Comunità Papa Giovanni XXIII, a criar uma nova missão pastoral, reavivada e enriquecida pela espiritualidade da Laudato Si’.

Eles planejam incorporar a Laudato Si’ no próximo ano pastoral das seguintes maneiras:

  • Início do ano: dois dias para aprofundar a mensagem da Laudato Si’ e o Cântico das Criaturas de São Francisco
  • Advento: mais dois dias de espiritualidade ecológica
  • Quaresma: dois dias de conversão ecológica e desenvolvimento de novos estilos de vida
  • Junho: Retiro Laudato Si’

“Essas oportunidades de oração e reflexão vão nutrir nossas almas e nos orientar ainda mais para uma relação vivificante com nosso Criador e com toda a criação”, disse ela.

 

Rosetta ajudou sua comunidade italiana a dar vida à Laudato Si’.

8. Empoderar os paroquianos para agirem

Milhares de paroquianos em todo o mundo estão liderando o caminho em suas igrejas. Os paroquianos em seis continentes tornaram-se Animadores Laudato Si’, líderes da ação católica contra as mudanças climáticas.

Pessoas apaixonadas de seis continentes se reúnem durante o curso para aprender sobre as raízes da crise climática e os princípios fundamentais da Laudato Si’. Para finalizar o programa, eles atuam em suas comunidades com um projeto final.

Saiba mais sobre o programa de mudança comunitária dos Animadores Laudato Si’

Em muitos casos, os paroquianos souberam do programa de Animadores Laudato Si’ através da liderança paroquial, lendo sobre isso no boletim ou nas páginas de mídia social da igreja e/ou site.

PARÓQUIA EM DESTAQUE
MARIA, MÃE DE DEUS
Varsóvia, Polônia

Depois que Małgorzata Zawilska de Varsóvia, Polônia, se tornou uma Animadora Laudato Si’ no início de 2020, ela se sentiu inspirada e ansiosa para continuar a agir pela criação.

Ela trabalhou com seu padre em Maria, Mãe de Deus, para formar um Círculo Laudato Si’, pequenos grupos que se reúnem regularmente para aprofundar seu relacionamento com Deus como Criador e com toda a criação.

Seu Círculo Laudato Si’ acolheu a todos no grupo, preparando postagens no Facebook para promover as reuniões e anunciando as reuniões do Círculo após as missas dominicais.

O trabalho mais visível de Małgorzata aconteceu durante o Tempo da Criação 2020. Para marcar a celebração anual de oração e ação pela nossa casa comum, Małgorzata e o GCCM Polônia organizaram um sensor de qualidade do ar para ser instalado em sua paróquia.

 

Małgorzata Zawilska, com a ajuda do GCCM Polônia, instalou um sensor de qualidade do ar perto da sua paróquia.

O sensor de ar não só informa os paroquianos sobre a poluição do ar na área; também serve como um lembrete visível de que a Igreja Católica vê a poluição do ar como um problema real que afeta a saúde de todos e que é algo que precisa ser resolvido.

A Polônia tem um dos piores índices de poluição atmosférica da União Europeia, principalmente por causa do uso pesado de carvão no país. Só em 2016, a poluição do ar da Polônia causou mais de 43.000 mortes prematuras, de acordo com estimativas da Agência Europeia do Meio Ambiente.

9. Ajudar a estimular conversões ecológicas

Na Laudato Si’, o Papa Francisco afirma a necessidade de todos nós passarmos por uma conversão ecológica que deixe “emergir, nas relações com o mundo que os rodeia, todas as consequências do encontro com Jesus.” (LS 217)

Como as paróquias e seus líderes têm feito há séculos, eles podem ajudar os católicos a se conectarem mais profundamente com nosso Criador por meio de liturgias e homilias especiais, devoções como a Liturgia das Horas e o Terço, música e obras de arte, e uma infinidade de outras maneiras, todas defendidas com a intenção de ajudar os paroquianos a compreender a necessidade de cuidar da criação de Deus.

 

PARÓQUIA EM DESTAQUE
PARÓQUIA MALATE
Manila, Filipinas

A Paróquia de Malate, situada na Baía de Manila, é uma das igrejas mais antigas das Filipinas (1588). Administrada pelos missionários columbanos, tem uma forte orientação para a justiça social à qual um componente similarmente forte de Cuidado com a Terra foi adicionado cerca de 25 anos atrás.

O programa do ministério ajuda a organizar atividades para o Tempo da Criação, a celebração anual de oração e ação pela nossa casa comum, realizada de 1 de setembro a 4 de outubro.

 

O Cuidado com a Terra também desenvolveu uma ampla gama de outros programas que ajudam os paroquianos, incluindo a Hora do Planeta, um programa de desintoxicação da Quaresma, Terço Cósmico e Estações Ecológicas da Cruz, e educação sobre a instalação de 60 painéis solares no telhado da igreja.

CATEDRAL DE S. MATEUS O APÓSTOLO
Washington, D.C., EUA

A equipe de cuidado com a criação de S. Mateus, que inclui o diácono Clayton Nickel, está motivada a agir para que outros cuidem de nossa casa comum, especialmente à medida que a crise climática se agrava em todo o mundo.

Mas os membros da equipe também se sentem especialmente chamados a agir para que possam ajudar suas irmãs e irmãos na conversão ecológica.

Durante o Tempo da Criação 2020, a equipe de cuidado com a criação organizou cinco eventos com oração, escuta e conversa. 

“Nós realmente sentimos que tem que haver algo mais do que apenas uma mudança tecnológica, mas tem que ser uma mudança no coração e na mente”, disse Nickel.

“Esta pandemia de COVID-19 está nos permitindo realmente olhar e refletir sobre muitos preconceitos que carregamos, e é [onde] estamos tentando levar nossos irmãos e irmãs a esse senso de conversão ecológica.”

10. Engajar-se por uma militância a partir da fé

A Laudato Si’ apela à pressão pública para realizar uma ação política decisiva, adotando estes conceitos:

  • necessidade urgente de redução drástica nas emissões de gases de efeito estufa
  • necessidade de acordos internacionais executáveis
  • maiores responsabilidades das nações industrializadas de alta emissão para fornecer soluções para os problemas que causaram

As paróquias também são incentivadas a participar nos esforços locais que trabalham contra a crise climática em curso.

Na véspera do Tempo da Criação de 2020, o Papa Francisco também se pronunciou com convicção contra atos de “saque” contra a criação de Deus e exortou todas as pessoas a agirem para proteger os dons de Deus “hoje, não amanhã, hoje”.

Sua Santidade, falando em seu vídeo mensal, disse que os países e empresas do Norte Global exploram “recursos naturais do Sul [Global], gerando uma ‘dívida ecológica’.

“Quem pagará essa dívida?” ele perguntou.

“Além disso, a “dívida ecológica” é ampliada quando multinacionais fazem fora de seus países o que elas não têm permissão para fazer nos seus. É ultrajante.”

As paróquias são convidadas a se juntar a milhares de católicos em todo o mundo na campanha “Eu Estou com o Papa Francisco” dizendo não ao saque, e sim à partilha dos recursos da Terra.

Mais informações sobre as questões acima se encontram aqui, no Guia para Eco-Paróquias do Movimento Católico Global pelo Clima.

 

Laudato Si’ Movement
Laudato Si’ Movement

Histórias e declarações escritas por Laudato Si’ Movement representam o trabalho da organização e/ou mais de um membro do pessoal do movimento.

0 0 votes
Article Rating
Subscribe
Notify of
guest
0 Comments
Inline Feedbacks
View all comments